segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Feliz 2008 !!!


"O homem inventou o tempo.
O homem dominou o fogo.
O homem fez a fome.
O homem construiu os muros.
O homem criou a bomba atômica.
O homem tem preconceitos
O homem invocou os raios.
O homem fez o homem.
O homem acabará com todos os homens e animais.
O homem é um bicho.
O homem é Deus e o diabo.
O homem é o que Deus e o diabo não quis.
O homem é livre."

31/12/2007

o poeta morto

Feliz 2008 para aqueles que não vêem o que os homens pretendem para os homens do futuro.
Não passem apenas os olhos.
Vejam e reflitam.
PAZ a todos!!!!




Honrar pai e mãe.
Não matar.
Não furtar.
Não levantar falsos testemunhos
Não desejar a mulher do próximo.
Não cobiçar as coisas alheias.

É tão simples.

domingo, 30 de dezembro de 2007

corpos silenciados


"oooooohhhhhhhhhhhhhhhhh.
Mais rápido.
ooooooooohhhhhhhhhhhhh.
assim, continua.
oooooooohhhhhhhh
eu te amo.
oooohhhhhhhhhhhhhhh
diz que me ama.
ooooooooooohhhhhhhhh
isso, vai.
não para.
ohhhhhhhhhhhhhh
aaaaaaahhhhhhhhhhhh
............................................
.................................................
......................................................."

30/12/2007

o poeta morto

A onde queremos chegar?
Não diga para mim que é errado.
Não venha com suas baboseira.
Por que tão pouca informação?
O que vocês querem esconder?
Temos que ter maturidade seus vermes.
Não se chega ao céu com prazer.
Não vamos ao inferno por faze-lo.
O mundo fede por que as pessoas acham que o órgão entre as pernas serve para brincar.
Os sentimentos foram esquecidos por um gozo.
Gay.
Lésbicas.
Heteros.
De nada importa o sexo se não houver o amor.
Um brinde ao amor.
Feliz 2008,2009...
Feliz vida.

Infames

"Ambiente quente e abafado.
O ar cheira a esperma.
Sexo.
Órgãos entrelaçados por prazer nada mais.
Prazer de prazer.
Gozo.
Tentando extrair o máximo do corpo quando o máximo esta na alma.
Se queres prazer, tranque seu ser as carnes.
Não tendo amor em seu corpo.
Sexo com amor é o que há.
Sem amor não é sexo e mais uma transa.
Morra na mão infeliz."

22/03/2005

o poeta morto

O sexo é uma realização de amor também.
Se for com amor.

quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Por que não morremos?




"O sol nasce todos os dias.
Para todos.
É todos nem ai.
O sol vem um dia após o outro.
Para todos.
É todos nem ai.
O sol acorda sempre.
Para todos.
É todos nem ai.
O sol sobe pelo céu.
Para todos.
É todos nem ai.
O sol se põe.
Para todos.
É todos nem ai.
O sol...
Para todos...
É todos nem ai..."

27/12/2007
o poeta morto

A vida é única para todos.
Só existimos uma única vez.
Podemos ser eternos, mas viver só uma vez.
Não podemos desperdiçar nossa única matéria com tanta bobagem.
Me admiro com tanta falta de amor.
Amor simples.
Amor próprio.
Por que tanta falta de amor?
Para que tudo isso?
Eu amo minha vida....

terça-feira, 25 de dezembro de 2007

Escolha

"Na vida...
Na morte...
Nada realmente importa....
Não temos escolha...
Nascemos...
Morremos...,
Mas neste pequeno tempo amai...
O amor não nasce...
Não morre...
É só o tempo...
Não deixei este tempo passar...
Por que isto você pode escolher...
Morra e renasça pelo amor...
Para o amor."

20/04/2005

o poeta morto

É um poema bem antigo.
Os sentimento nos quais foram escritos podem viver eternamente.
Eu fico com certa vergonha de postar meus poemas.
Tem tanta gente com fama por ai.
Mas meu sentimentos são únicos e verdadeiros.
Espero que gostem.

Saudações

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

RAIVA


“Seu filho da puta, desalmado.
Eu deixaria minha alma no inferno por dias e noite para
ter a oportunidade de fazer você sofre, agonizar e morrer.
Não. Eu não sentiria prazer em ver sua morte.
Eu quero ver sua vida miserável vira um caos de ódio e dor.
Eu quero ver você mutilado, deformado, sangrando,....
Nessa sua matéria que o todo poderoso Deus te deu.
Eu não terei piedade.
Quebrarei todos seus ossos.
Furarei seus olhos.
Arrancarei seus cabelos ridículos.
Esmagarei seus testículos.
Abrirei sua barriga e colocarei suas visceras para fora enquanto fico sorrindo.
Você não deveria existir.
Que sua cadela de estimação sofra e agonize tanto quanto você.
Duas pragas “humanas” que caminham em corpos deploráveis.
Doparei sua vida com um pouco de minha raiva.
Você nunca mais vai esquecer de mim.
Ficara dopado.
Seus braços não terão força para reagir.
Seu corpo ficar pesado.
Sua alma nunca mais será livre de minha raiva.
Você pode sentir isso?
Seu filho da puta .desalmado.
Você é responsável pela ira que provoca.
Pode vim busca.
Ela é sua.”


23/12/2007

O poeta morto

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Anjo

"Estou vivo Há quase dezessete anos.
Amanhã, morrerei.
E isto é o que mais doí:
Irei morrer no chão.
Nunca mais subirei aos céus para dançar,
rir,voar... ou melhor,
quando eu subir aos céus pela ultima vez,
será como cinzas"

Autor desconhecido
(eu acho que tirei de uma historia em quadrinhos)

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

.......

"Posso ser feliz sem você?
Lembro de você rindo enquanto eu te beijava.
Você ria e sorria.Como sorria.
Poderia ficar cego se conseguisse manter seu lindo
sorriso eternamente em minha mente.
No mundo de milhões de mulheres.
Foi você que eu escolhi amar.
Não posso chorar de tristeza, pois sou feliz ao teu lado.
Temo e me tremo pelo fato racional de pensar
em um dia você me deixar.
Só, me vejo em um mundo vazio e escuro sem nenhuma
arma para apara um coração abandonado.
Te amo.
Assim vivo.
Te amo.
Seu sorriso.
Que sorriso.
Tenho certeza.

20/06/2005
O poeta morto

Eu nao nao dei nome na epoca.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Um poema que nunca chegou a seu destino.

" Você pode ter razão, porem
Deus nos deu o livre arbítrio.
Você foi responsável pela sua escolha.
Isto expressa tudo.
Escolha? "

**/**/**
O poeta morto



"Oi irmaozinho...mas que saudades tu da! Nem
imagina. Não, não quis dizer nada com este postal,
mas só não vale reclamar...Só insinuar...Brincadeirinha.
E ai! Ta estudando?! Espero que sim... "
Um beijo da irmazinha e amiga.
Gabi Saegesser Santos
Suíça,Brasil
22/Agosto/2003
S.O.S

Gabi já faz um tempão que nos não se vemos,falamos e etc..
Eu não sei ao certo nem o que falar, mas espero que entenda que eu não tenho nada contra sua pessoa, mesmo você sendo assim do jeito que você é.
Nem sei por que não se comunicamos mais.
O postal foi de 2003, mas quero continuar sendo seu irmaozinho ate morrer ou amigos pelo menos.
Se for o caso me diz que não ta nem ai para mim.

O que as borboletas querem dizer?
O que ela dizem a você?

Saudações
Rafael da veiga Teixeira

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Eco das asas

“Neste pequeno papel tentarei me expressar a ti.
Algo simples, mas valoroso.
Eu te amo.
Se não acreditas te beijarei.
Verás que meu beijo e capaz de lhe levar a loucura.
Em um minuto terás o puro prazer no paraíso.
Lá o tempo não passa.
Posso te beijar por séculos.
Terá em minha boca teu conforto.
A paz que os seres humanos tanto desejam.
Após voltar a terra.
Verás um anjo voltando ao céu e o eco de suas asa dizendo:
Eu te amo”


21/03/2005
O poeta morto


As vezes penso que meus poemas não evoluem.
Que são feios.
Mas o que realmente importa é que eles tem sentimentos.
Se vocês conseguirem enxerga isso.

saudações Rafael

segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Meu Pai ........


Pai diz: Ola Rafa
Pai acabou de pedir a sua atenção.

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: ola

Pai diz: Como vais

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: melhorando

Pai diz:Já vi que não queres papo,

Pai diz:Falas com teu pai assim,no monossilabo ?

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: eu tou meio estressado pq acabei um namorod de 2 anos e 3mes e o povo ainda fica comentando ...

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: em vez de esquecer

Pai diz: Já pasei por isto e sei que não é facil,como não o motivo em pouco posso te ajudar,mais se quiseres conversar,?

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: sobre isso nao

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: puxa papo ai foi sempre vc o ausente.

Pai diz: Acredito ate,mais tambem não ficas por menos,já tentei tantas vezes conversar contigo,mais vc fica com um pé atraz

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: sim desculpas, mas crecer e apremder a ser homem so requer certas atitudes

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: ^^

Pai diz: Não entendi o que diseste

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: eu disse q eu tive que aprender a ser homem sozinho e tive que ser duro com vc pq eu acho q isso foi culpa sua

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: ??

Pai diz: Posso não estar frequentemente acompanhando tua vida,mais faço o que acho que posso fazer,não creceste orfão,ajudei tua mãe a cria-los,não te v ejo com direitos de me criticar.Hoje tens mais de dezoito anos e só fazes estudar ( e se não o fazes,deverias)Meus pais não podiam sustentar a familia , e eu já trabalhava desde os 15 anos para ter dinheiro para minhas despesas

Pai diz: Estudei o ginasio e o cientifico em colegio do estado,não foi em colegio particular.Quando passei no vestibular,a faculdade era custeada pelo meu trabalho.

Pai diz: Tive pouco amor do meu pai,mais o pouco que ele me dava,sabia aproveita-lo.

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: eu nao te critico tanto, so me sinto meio so de pai,mas vc sempre vinha para minhas fentinhas de guri ne?

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: *minino

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: e foda ver as coisa aki em casa sem vc

Pai diz: Minha vida nunca foi facil,tive que trabalhar muito cedo,viajava para paudalho diariamente para tentar dar a vcs uma vida melhor,poderias ser um pouco mais filho,em vez de ficar nos cantos feito menino mimado.

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: sim

Pai diz: Rafa,amo muito vcs,dou o que posso de mim,infelismente as coisa não são iguais para todo mundo,não seras o primeiro nem o ultimo ater este tipo de vida

Pai diz: O relacionamento entre eu e sua mãe só cabe a nos,temos nosso motivo.
Pai diz: Beijos

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: oks

Rafael > " Me Ame ou me Deixe " diz: beijos

Pai eu te amo tambem.
Mesmo voce sendo pai de longe.
Eu decidi fazer este blogger depois desta conversa.
Obrigado por tudo.


**/**/**
Seu filho: Rafael da veiga Teixeira

sábado, 15 de dezembro de 2007

Eu Também posso gritar.

“Sua escoria, peste, maldita, nojenta, verme, sebosa. Eu te odeio.
Cão em roupa de mulher. Cretina.
Espero que sua alma se perca ou encontre algum perverso.
Espero que você tenha uma morte horrível.
Você me fez morre aos poucos.
Você me torturou.
Viu-me sangrar e ficou sorrindo.
Sua vida será tão amaldiçoada como a de um homem algoz.
Que em seu túmulo os verme neguem sua carne.
Que seus restos vivam eternamente, sem descanso.
Sua víbora desgraçada.
Que o sol ao nascer seja obrigado a iluminar seu mau caráter.
Que a lua se esconda atrás das nuvens para não chora por ti.
Que a rosa que você foi um dia, nunca mais brote em nenhum jardim.
Eu te odeio.”



19/11/2007
o poeta morto

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Eu to sem net. : )==

Eu vou ter que ficar um pouco sem escrever. Perdoe-me.
Quando minha net chegar eu prometo que atualizo.

domingo, 18 de novembro de 2007

O amor existe?

“Paz, eu sinto a paz em minhas veias.
A vida não é um mar de rosas.
Pura tolice acreditar que neste mundo alguém acreditaria que basta amar para se ter paz e ser feliz.
Quanto você pagaria para amar e ser fiel a um ser humano?
Seria tolice pagar algo?
Você realmente não me parece acreditar no amor.
Não acredita que ainda possa existir paz nos ser humanos.
Acredite, pois eu existo. Quem sou eu? Isso não importa.
O que realmente importa e que você deve acreditar que ainda a esperança.
O amor verdadeiro não e utópico acredite em mim. Ele existe.”


**/**/**
o poeta morto

sábado, 17 de novembro de 2007

Ate onde você iria por um amor?

video

Vida louca

“O homem pode se tornar eterno, basta ele querer.
Um dia pode ser eterno e este o será.
O passado não morreu, com minhas próprias mãos eu o matei.
Mas hoje, Eu me tornei deus.
Fui ao céu, andei sobre as nuvens, não em sonho, mas no céu.
O céu foi aqui, pois não existe outro lugar no mundo
em que eu posso escutar esta melodia que ecoa em mim.
Dizer que foi inexplicável é não dizer nada.
Foi eterno, não o quanto dure o tempo eterno, mas o quanto eu quiser que dure. Aqui é o céu e você esta nele
No meu céu, no céu único.
Você é uma divindade
Louco não, mas preso a ela
Preso a vida. Que um dia eu pensei em tirar.
Mas agora eu sei que posso ser eterno,
Posso tornar as coisas eternas.
Eu posso e se a vida é louca, feita de loucuras, eu quero que a minha vida seja insana e se resuma em apenas um dia, mas que seja eterno, que eu viva apenas um dia, apenas esse dia .”


17/11/2007
o poeta morto

Eu dedico estes sentimentos à Polly.

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

O tempo e a corajem que nao tenho.

" As semanas vão passando dia após dia,
o tempo continua minha agonia.
vou caminhando morbido e vazio
não percebo nada à minha volta,
vou apenas seguindo em frente.
as pessoas vão passando translúcidas e descontinuas
o sol já não brilha como antes.
à noite não mais vejo as estrelas
me embriago,me afago e me afasto.
não quero deixar feridas
acho que é tempo de parar"

31/10/2007
opoeta morto

Meu poema mais recente.