sábado, 8 de março de 2008

Silêncio de um homen pensante.


"Paro e as vezes gosto de pensar no vazio.
Um lugar distante, sem nada.
No caminho vejo a luz corta os arbustos.
Um caminho que ultrapassa os tempos, as pontes e os prédios.
Em uma calma veloz de pensamentos mórbitos oriundo de um vazio silencioso me vejo navegando em um barco sem rumo onde os ventos não me levam a lugar algum.
Volto a ser um primitivo.
Obra bruta de um homem.
Nunca antes lapidada.
Em um piscar de segundos ressurjo a meu ser parado e vazio"


07/03/2008
o poeta morto

7 comentários:

  1. O mais belo da solidão é a arte de nos fazer pensar...

    Parabéns poeta!
    Poeta de rua
    Estrelando Soneto
    Politicando Brasil

    ResponderExcluir
  2. Bacana essa atmosfera levemente soturna. Abrazzo!

    ResponderExcluir
  3. O vácuo acaba sendo cheio de pensamentos... isso as vezes é bom, pq conhecemos mais de nós mesmos.

    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  4. Um olá silencioso para você. Beijo.

    ResponderExcluir
  5. O silêncio é muito sábio. Ele nos ensina muitas cousas. De fato.
    E não se esqueça de passar em meu blog para ver a surpresinha que fiz para ti. :]

    :*

    ResponderExcluir
  6. E não terá até mesmo o silêncio algo que deveremos ouvir??

    excelente escrita =))

    ResponderExcluir
  7. francamente hermoso... Prometo leerte mas.... sobre todo los escritos antiguos... y gracias una vez más...

    Abrazzo y beijos para vocë...

    Esta correcto???

    ResponderExcluir

Fique avontade!